The pursuit of happiness

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

O risco de estar vivo


Trecho
de 'To Risk' traduzido por Rita Amaral. Extraído de http://www.aguaforte.com/mercadorpalavras/mercador-8.html

R
ir é correr o risco de parecer um tolo.

Chorar, é correr o risco de parecer sentimental.
Abrir-se para alguém é arriscar envolvimento.
Expor os sentimentos é arriscar a expor-se a si mesmo.
Expor suas idéias e sonhos é arriscar-se a perdê-los.
Amar é correr o risco de não ser amado.
Viver é correr o risco de morrer.
Ter esperanças é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de falhar.


6 comentários:

Dricka Perilo disse...

acho que "amar" não corremos riscos de não sermos amados.. pq Deus já nos amou de tal maneira xD

Willians Figueiroa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Willians Figueiroa disse...

É meu amigo, sempre enfrentamos essa questão, caminhamos constantemente nessa linha tênue entre conquistarmos aquilo que desejamos ou vivemos as consequências de não experimentarmos esses desejos (o que nos assombram).

Assim é a vida...não podemos ter tudo o que queremos, sobretudo quando aquilo que desejamos envolve uma outra pessoa (muito freqüente), trata-se de uma "questão econômica", ou seja, de interesses conflitantes, logo, inviáveis!!!!


P.S. O pior é o medo de perdemos aquilo que não temos! Acho que esse sentimento impede que as pessoas, tomem as iniciativas que as levariam ao encontro do "objeto" desejado.

Correrá muitos riscos no próximo ano?

abraço

ThiagoPX disse...

1) Dricka, concordo contigo. Deus continua sendo o único porto seguro para nossas almas viajantes! Mas qq coisa que envolva a participação de um ser humano tb envolve o risco...

2) Meu grande amigo Willians! Se vou continuar correndo riscos? Sim. Viver perigosamente faz parte do 'Paixão' rsrs! Espero pelo menos arriscar mais causas mais grandiosas do que simplesmente minha realização pessoal.

Lucas M. Paixão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas M. Paixão disse...

nem sempre o tratar as pessoas como vc quer ser tratado funciona, ou melhor, quase nunca funciona.

Vc corre o risco de ser mal tratado mesmo quando vc trata a pessoa bem, enfim, a vida é sinonimo de correr riscos meu caro e chato irmao...

Proximo semestre aprenderei um pouco sobre Project Financee, no qual o risco de um projeto é dividido entre empresas tanto de setor publico quanto privado, Os tipos de riscos na economia sao os riscos cambiais, ambientais, terremotos, politicos etc.

Creio que na vida a gente, atraves da amizade, podemos ter o risco "shared", ahehehe...

"Alegria compartilhada é alegria aumentada, dor repartida é dor diminuida"

Falow jovem!