The pursuit of happiness

sábado, 20 de setembro de 2008

Feliz ano novo! Mas em setembro?

Você deve estar imaginando que o cara que escreve esse blog bateu a cabeça muito forte ou talvez se converteu à alguma religião oriental e agora está utilizando um calendário alternativo. É fato que 'de louco, todo mundo tem um pouco' , mas ainda não cheguei ao ponto de confundir datas importantes do ano. Quanto à outra possibilidade, confesso que luto para não restringir meu relacionamento com Deus 'às paredes de uma religião' [1], e, embora me esforce para viver pelo Deus da Bíblia, não adotei um calendário judáico. Mas a dúvida do 'ano novo' continua...

Não é novidade para ninguém que é no início do ano (salvo algumas exceções) que vivemos a euforia de planos e sonhos, traçamos metas e somos mais otimistas, alegres e amigáveis. Até compramos agenda que caem rapidamente no desuso e assim, a vida segue um um ritmo alucinante. Para os que tem férias no meio do ano, existe um alívio momentâneo para repensar o ano, para o resto é 'vamos viver e ver no que é que dá'.

2008 tem sido um ano diferente para mim. Pela primeira vez registrei por escrito algumas metas para o ano. E o mais incrível é que quase 90% delas já se concretizaram. Isso é surpreendente, pois, para ser honesto, constância e organização nunca foi uma característica minha.

O que tem me ajudado é que, mesmo que por impulso não há um dia sequer que eu não pense nesses objetivos. Hoje mesmo, enquanto limpava o quarto e lavava as roupas, reli sobre meus planos para o corrente ano. Em meio as dificuldades, o exercício de relembrar aonde quero chegar me traz esperança [2].

Mas creio que o que de mais importante tem me acontecido tem a ver com uma grande decisão: viver e mostrar Deus em todas as minhas atividade da forma como eu sou. Como diz a canção, 'Na rua, no trabalho, na escola, na loja, na padaria, no posto, na rodovia, na congregação' [1]. Renego qualquer filosofia que afirma que devemos ter um 'lado espiritual' para obter uma vida melhor e abraço a integridade, o princípio do tudo o que sou, em todo o tempo e lugar para o grande 'EU SOU' [3]. Jesus não é parte de mim, mas 'tudo em todos' [4] e meus planos são dirigidos nessa convicção.

Esse tem sido meu ano novo. Não preciso esperar 365 dias. Também não é necessária a queima de fogos, roupas brancas e as famosas promessas inviávieis que em algum momento trarão a culpa do dever não cumprido. Prefiro a simplicidade dos dias, o examinar a mim mesmo e o arrependimento dos meus erros. Eu te convido para festejar o simples passar de cada dia, a celebrar o que parece ordinário, mas é um presente de Deus: a vida e as pessoas.

Feliz setembro novo!

[1] Coração de pedra - João Alexandre

[2] Livro de Lamentações de Jeremias 3:21 (Bíblia sagrada)

[3] Forma como Deus se referia a si mesmo, como por exemplo no livro que narra o Êxodo do povo hebreu do Egito para a Terra Prometida.

[4] Carta de Paulo aos Colossenses 3:11 (Bíblia sagrada)

6 comentários:

Sull disse...

Mais uma música linda!!! Estava conversando com uma amiga ontem sobre isso... sobre os muras das con struções e sobre as Igrejas...

É bom saber que alguém consegue realmente por em prática tudo o que se propoe a fazer no ínicio do ano.. pq pra mim todo mundo fala tanto da boca pra fora... e pra eu não me frustrar quanto a isso.. tenho parado de fazer essas metas durante esse período, as faço em outros períodos do ano de acordo com a tarefa...

Esse ano tem sido cheio de metas cumpridas também, algumas feitas bem antes dele começar, outras feitas no decorrer dele.. mas têm sido ótimo!!!

Espero mesmo que continue assim.. repensando os objetivos, relembrando e os colocando em prática!!!

DTA
Beijinhos

Talita disse...

Com planos concretizados ou não, o "segredo" é não perder o assombro diante da graça feita em cotidiano, feita nas coisas minúsculas e quase imperceptíveis da vida.
Nesse sentido, não tentar ser outro além de você mesmo é ver-se como expressão dessa incrivel (e absurda) graça para a vida dos outros [e para sua própria].
Então, ótimo feliz dia novo, todos os dias! (Afinal, as misericórdias se renovam a cada manhã, né?)
PS: suas merchans no Gtalk funcionam!

Dricka Perilo disse...

Feliz setembro novo... outubro novo...
no começo do ano.. a maior parte dos meus "alvos pra 2008" eram os mesmos de 5 ou 6 anos atrás.. pq passavam os anos, e não davam em nada... mas qdo a gente trabalha, a gente trabalha.. e qdo a gente ora, Deus trabalha.. e isso é maravilhoso... Deus tem me ajudado a realizar alguns sonhos e objetivos, assim como Ele tem me direcionado a tirar outros daquela listinha...
o importante é a gente ter prioridades.. e Deus tem que ser nossa prioridade!!!

e cara, um PS: tu lava roupas?!?! hahha que prendado!!!

ThiagoPX disse...

Aê povo... Bom, ainda não cheguei e acho quase impossível cumprir tudo o que me propus nesse ano. Mas esse não é o ponto! O que me motivou a escrever isso é que penso que as coisas podem ser melhores se nos avaliarmos com mais freqüência e honestidade, se no lugar de gaveta, nossos planos fossem pregados em paredes.

Mas esse texto ainda está bem geral... Planos, metas... Em algum momento quero entrar em algum ponto mais específico.

Até mais!

ThiagoPX disse...

Adendo:

lavar roupas = jogar na máquina de lavar! Muito simples!

Não, eu não lavo à mão!!

Ana disse...

Ainda hoje cedo eu discutia sobre esse "ano novo diário" com a minha mãe. Muito legal seu texto, Thiago...Realmente, a vida é uma benção a ser celebrada a cada instante...Deus nos dá a oportunidade de sermos melhores e de vivermos uma vida para Ele (com nossos dons, limitações, etc.) todos os dias...De fato, Ele é tudo em todos....somos o corpo de Cristo no mundo...Isso quer dizer congregação, cooperação....cada um de nós pode e deve partilhar os dons que recebeu, sendo grato também pelos dons dos outros que vêm complementar nossas limitações.
Fique com Deus...e não se preocupe com as dúvidas...Elas também mostram o quanto você quer conhecer o Pai...E, como você bem disse, expressam a dimensão infinita do criador.